Frango com recheio de Manteiga de Ervas 

  

  • 2 Peitos de frango 
  • 1 xic de limão
  • 1/2 vinagre 
  • 2 colheres (sopa) chimichurre 
  • 2 colheres (sopa)de alecrim 
  • 1 colher (sopa) alho em pó 
  • 3 colheres de manteiga com sal
  • 2 colheres de maionese
  • Salsa e Cebolinha a gosto
  • Pimenta do reino 
  • 150g de parmesão ralado
  • Azeite
  • Palitos

  

Com os peitos de frango já limpos, corte em formado borboleta (foto abaixo). Em um recipiente coloque 1/2 de limão, 1/2 de vinagre, chimichurre, alho em pó, e deixe marinar por 10 a 15 min. 

Enquanto isso com o mixer (ou liquidificador/ processador) coloque a manteiga, a maionese, a cebolinha , 1/2 de xic de limão e o parmesão. Bata até virar um creme homogêneo. Não precisa ficar perfeitinho. Pode deixar mais pedaçudo se preferir. 

Pegue os peitos e jogue sal e coloque o recheio e junte as pontas do frango, como se estivesse costurando ele no formato original. Prenda com os palitos.

Tempere por fora com sal e pimenta .

Doure os peitos em uma frigideira com  azeite. 

Em um refratário com azeite coloque os peitos e jóquei o alecrim por cima e ponha pra assar por 10 ,minutos em fogo baixo. Sempre olhando o frango pra ver se não secou. Se necessário regue o frango com uma misturinhas de azeite e limão até que ele cozinhe. 

Dicas: Lembre de sempre deixar a parte ‘costurada’ do frango pra cima. Para o recheio não sair e deixar seu frango seco.    

Lembre-se que temperos é de gosto pessoal. Caso queira altera-los, fique a seu gostos pessoal. 

Dica: Corte o frango assim:   

Dicas pro dia a dia – Mantenha suas Folhas frescas por mais tempo 

Eu tenho um sério problema de morar longe do supermercado, sacolão então… 

Tenho o plano de fazer minha hortinha aqui em casa, mas ainda não colocamos em pratica, néh marido?! Rsrs.

 Por isso, essa dica veio em boa hora. Peguei essa dica da página: https://www.facebook.com/ReciclagemJardinagemEDecoracao que é uma página bem bacana dedicas e inspirações.
1 – Lave, seque e corte as folhas;

2 – Coloque-as em um pote, cubra com papel toalha e, depois, feche com a tampa;

3 – Guarde na geladeira de cabeça para baixo. A umidade vai ficar no papel, que deve ser trocado sempre que estiver molhado.
E pronto! 

  

Páprica Doce e Páprica Picante – O que é? Como usar? 

A sua origem é latino-americana, mais especificamente da região central e do México.

Muita gente já conhece essa coisa linda que é a Páprica. Mas, alguns não tem ideia do que é e muito menos de como usar. 
Sei disso porque até uns aninhos atrás eu era uma dessas pessoas que não sabia o que era. Comecei a usar mesmo sem saber exatamente como. Usava por que achava sua cor linda. Mas, sou bem curiosa, principalmente se tratando de comida. Um belo dia decidi procurar saber o que era exatamente a danada da páprica. 

Para uma pessoa que detesta pimentões, como eu, imagina minha surpresa quando descobri que a páprica não é nada mais, nada menos que pimentões e pimentas moídas. 😱😱😱

  
Existem muuuitas espécies espalhadas por esse mundão a fora, mas no Brasil encontramos, mais facilmente, a doce e a picante. Elas tem sabor suave o cor velha viva. 
Doce e Picante – Diferenças 


Páprica Doce
: É usada como ornamento colorido para alimentos de cor clara como: peixes, carnes, sopas, canapés e molhos.

Páprica Picante:
Pode ser salpicada sobre peixes, carnes, aves, canapés, batatas, ovos, tortas salgadas e molhos. E usada também em pratos da cozinha espanhola e húngara.

Uso medicinal 

 Além de dar sabor e cor aos alimentos também fornece uma boa quantidade de vitamina C, e é anti-inflamatória. 

 Uma dica: Se você sofre de ulcera ou gastrite não abuse dessa especiaria.