Congelar Vegetais – Porque? Como? Quais? 

  

MAS, POR QUE CONGELAR?

Esta técnica acaba por eliminar os microrganismos da superfície do legume, mantendo-a limpa. Na verdade os vegetais deveriam ser congelados após a colheita, mas como isso não é possível, faça-o assim que comprar, escolhendo sempre os mais frescos. Segundo pesquisa da Birds Eye, empresa americana de vegetais congelados, num tempo, cerca de 16 dias, entre o caminho da colheita até o fornecedor, mais o tempo que ficam nas gôndulas, os vegetais já perderam parte dos nutrientes, entre 10% e 45% (dependendo do legume).

TUDO PODE SER CONGELADO?

Quase, sempre temos as exceções, no caso: tomate, rabanete, pepino. A batata, por exemplo, não pode ser congelada crua, pelo excesso de amido que ela contém, absorve muita água, amolece, esfarela e escurece, a não ser na forma de purê, bolinhos ou suflês. Mas os demais vegetais podem ser congelados, ou melhor, devem ser congelados, pois perderão muito menos nutrientes.

COMO CONGELAR?

Para congelar os vegetais, é necessário que estejam limpos e descascados. Devem ser escaldados em água fervente ou no vapor, nunca deixar cozinhar totalmente e logo que retirar, mergulhar em água com gelo, com ajuda de um escorredor, dando assim, um choque térmico, esse processo se chama “branqueamento”. Com esse procedimento os vegetais manterão sua cor, sabor e textura, além dos nutrientes.

  
 QUANTO CONGELAR?

Congele em porções pequenas, em sacos plásticos, tirando o máximo de ar possível. Nunca use o papel alumínio para embalar, pois ele grudará no alimento. Para descongelar pode levar direto ao forno microondas, sabendo que terá que cozinhar mais, já que eles sofreram apenas um pré aquecimento.

Aqui tem uma outra lista super legal e completa, para você não ter dúvidas quanto à forma, procedimento e tempo de armazenamento no freezer.

  
Fonte: dicas.org 

Incremente seus Drinks nesse verão

O calor já está bem presente nesse momento em grande parte do Brasil. E obviamente aumentamos consideravelmente o consumo de sucos e drinks nessa época. E quanto mais gelado melhor não é mesmo. Por que não deixar o gelo mais bonito e também dando um saborzinho no refresco ou até na água?! 

Apesar de simples, existe algumas dicas. 

Instruções
Ferva uma panela de água e deixe esfriar. Despeje a água fria em uma bandeja de gelo. Gelo feito com água fervida fica transparente, e não turvo.

Selecione uma variedade de frutas. Morangos, framboesa, laranja e limão congelam bem. Mirtilo e cereja são pequenas o bastante para usar inteiras.

Retire a casca e sementes das frutas, e então as cortes em pedaços que caibam nas seções da bandeja de gelo.

Coloque os pedaços de fruta cuidadosamente na água em cada seção da bandeja. Deixe que o excesso de água caia, deixando as seções cheias.

Coloque a bandeja no congelador por diversas horas. Depois de congelado, remova os cubos da bandeja e terá lindos enfeites para aprimorar seus drinques.

  
  
  


 

Dicas pro dia a dia – Mantenha suas Folhas frescas por mais tempo 

Eu tenho um sério problema de morar longe do supermercado, sacolão então… 

Tenho o plano de fazer minha hortinha aqui em casa, mas ainda não colocamos em pratica, néh marido?! Rsrs.

 Por isso, essa dica veio em boa hora. Peguei essa dica da página: https://www.facebook.com/ReciclagemJardinagemEDecoracao que é uma página bem bacana dedicas e inspirações.
1 – Lave, seque e corte as folhas;

2 – Coloque-as em um pote, cubra com papel toalha e, depois, feche com a tampa;

3 – Guarde na geladeira de cabeça para baixo. A umidade vai ficar no papel, que deve ser trocado sempre que estiver molhado.
E pronto!